Get Adobe Flash player
Home Notícias Deputado Luersen participa de Audiência Pública que discute a falta de segurança no Porto

Deputado Luersen participa de Audiência Pública que discute a falta de segurança no Porto

altalt

    O deputado estadual Nelson Luersen (PDT), Coordenador da Frente Parlamentar do Transporte Rodoviário,participou nesta terça-feira (14/03), em Paranaguá, de audiência pública para discutir o problema da falta de segurança e o aumento de casos de furtos e violência contra caminhoneiros que atuam no Porto. O encontro aconteceu na sede do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens de Paranaguá (Sindicam).

    A audiência contou com a importante presença do senhor Marcelo Elias Roque Prefeito Municipal de Paranaguá, Marquinhos Roque Presidente da Câmara municipal, Adriano Ramos vereador e o Capitão do 9º Batalhão de Polícia Militar de Paranaguá.

    Entre os pontos principais destacou-se a necessidade de melhoria na estrutura viária,em busca de melhorias na mobilidade urbana, a falta de segurança e necessidade de aumento do efetivo policial na área portuária.

   Os senhores Therbio Castro da Silva (Presidente Sindicam), Dr. Eduardo Madureira (Advogado Sinditac) e o Sr. Plinio Nestor Dias (Presidente Sinditac) enfatizaram a importância da discussão participativa e a busca por soluções permanentes. Pediram maior segurança na atividade do transportador, através da análise de todo o seu percurso até o porto, em ação que deverá ser integrada entre as autoridades públicas e das forças policias, guarda municipal e portuária. O intuito é defender a integridade física e psicologia do transportador. Cobraram ainda, que a APPA cumpra sua promessa de duplicar as rodovias de acesso ao porto, pois perde-se muito tempo parado em vias de acesso, o que além da demora facilita a ação de criminosos.

    O Deputado Luersen ressalta a importância das Audiências Públicas, que já estão rendendo bons frutos. Como por exemplo a audiência realizada no dia 31 de agosto do ano passado, que resultou na elaboração de convênio, que está prestes a ser finalizado, entre a polícia militar por meio do governo do Estado e o porto. A intenção é criar um pelotão portuário, para patrulhar exclusivamente as atividades portuárias, aumentando o efetivo policial e viabilizando escolta dos caminhões do pátio de triagem até a descarga.