Get Adobe Flash player
Home Notícias Deputado Luersen participa de audiência que vai discutir falta de segurança no Porto

Deputado Luersen participa de audiência que vai discutir falta de segurança no Porto

altalt

    Coordenador da Frente Parlamentar do Transporte Rodoviário, o deputado estadual Nelson Luersen (PDT) participa, na próxima terça-feira (14/03), em Paranaguá, de audiência pública para discutir o problema da falta de segurança e o aumento de casos de furtos e violência contra caminhoneiros que atuam no Porto. O encontro acontece às 15h30, na sede do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens de Paranaguá (Sindicam) e contará ainda com a participação de representantes da Federação dos Caminhoneiros Autônomos (Fenacam), do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Cargas de São José dos Pinhais (Sinditac), Sindicato das Pequenas e Microempresas e Transportadores Rodoviários Autônomos de Veículos (Sintraveic) e do Sindicato dos Proprietários de Veículos no Transporte Coletivo Alternativo (STA), autoridades locais, entre outras entidades e lideranças.

    Recentemente, Luersen cobrou, em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, mais segurança para os caminhoneiros que trabalham com carga e descarga no Porto de Paranaguá. Na ocasião, o deputado contou ter sido procurado por caminhoneiros e transportadores que atuam em Paranaguá, que relataram a ocorrência de frequentes assaltos e roubos de cargas nas vias de acesso ao Porto. De acordo com Luersen, os furtos acontecem no caminho entre o pátio de triagem e os terminais de embarque, quando os caminhões muitas vezes trafegam em baixa velocidade, e os criminosos rompem as bicas das carrocerias que ficam na parte traseira dos veículos, espalhando a carga pelo asfalto. O produto então é recolhido e levado para depósitos clandestinos, de onde são revendidos ilegalmente.

    Depois que os caminhoneiros passaram a se precaver adotando travas para impedir a abertura das bicas de seus veículos, os assaltantes ficaram mais agressivos e violentos. No último dia 4 de fevereiro, dois caminhoneiros foram alvo de um assaltante armado em uma das vias de acesso ao Porto. Um dos caminhoneiros, de Santa Terezinha do Itaipu, foi baleado mesmo sem reagir, e a bala se alojou na coluna, fazendo com que ele ficasse paraplégico, segundo relatos da imprensa local.

    Na ocasião, Luersen fez um apelo ao governo do Estado, e à Secretaria de Segurança Pública, além da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), e prefeitura municipal para que tomassem medidas urgentes para coibir essas ocorrências e oferecer mais segurança e comodidade aos caminhoneiros e transportadores. Segundo ele, a audiência pública em Paranaguá será uma oportunidade para conhecer mais de perto os problemas que afligem os trabalhadores que atuam no porto, e discutir soluções para combater a violência e a criminalidade em Paranaguá, garantindo mais tranquilidade para caminhoneiros e transportadores.