Get Adobe Flash player
Home Notícias Em visita ao Show Rural, deputado Nelson Luersen avalia perspectivas para o agronegócio

Em visita ao Show Rural, deputado Nelson Luersen avalia perspectivas para o agronegócio

 

alt

O deputado estadual Nelson Luersen (PDT) visitou nesta segunda-feira (06/02), ao lado do ex-senador e presidente do PDT do Paraná, Osmar Dias, o Show Rural, uma das mais importantes feiras do agronegócio brasileiro promovida 29 anos pela Copavel, em Cascavel (região Oeste), e que serve de termômetro do setor agropecuário do País. Na ocasião, eles foram recepcionados pelo presidente da Copavel, Divo Grolli e diretores da cooperativa, e conversaram com lideranças do agronegócio  sobre as perspectivas para a agropecuária e a economia do Paraná e do Brasil.

“O que está salvando o Brasil é o agronegócio. Os preços das commodities estão em um bom patamar. E o que nos deixa mais feliz é saber que o Brasil não está mais exportando produtos primários, mas produtos processados industrialmente como carne e derivados, entre outros, e assim gerando mais empregos para população”, destacou Luersen

O Show Rural é a primeira grande feira do calendário nacional. A previsão para este ano é de uma movimentação de R$ 1,5 bilhão em negócios, R$ 300 milhões a mais que em 2016. “O Paraná, graças ao agronegócio, não tem sentido tanto os efeitos da crise. E com o empenho de nossos produtores rurais, a agropecuária tem tudo para ajudar o Estado a retomar o crescimento econômico”, observa o deputado, assinalando que a visita também permitiu que Osmar conversasse com as lideranças locais sobre ações futuras que possam dinamizar ainda mais o setor. “Osmar sempre foi um homem comprometido com o desenvolvimento sustentável do agronegócio no Paraná e no Brasil. E mantém constante diálogo com as lideranças do setor para conhecer suas necessidades e preocupações”, explica Luersen.

Segundo projeções do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), a previsão para 2017 no Paraná é de safra agrícola recorde, bom desempenho do setor de carnes e das vendas externas. Se mantido o clima favorável, a estimativa é de somente a produção de soja chegue a 18,3 milhões de toneladas - 11% mais do que na safra 2015/2016, de acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. A produção de soja deve crescer, mesmo com a redução de 1% na área, que deve ficar m 5,23 milhões de hectares.

 

Outro segmento de forte participação na economia do Estado, a produção de frango também deve continuar a trajetória de crescimento. Mesmo com a crise, a produção seguiu com bom resultado. Maior produtor e exportador do País, o Paraná acumulava, até novembro, 1,61 bilhão de cabeças abatidas de frango. O número é aproximadamente 5% superior ao mesmo período de 2015, quando 1,53 bilhão de cabeças foram abatidas, de acordo com dados do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar). A expectativa é que o setor no Paraná tenha fechado 2016 com crescimento de 5% a 7%. Uma das atividades que tem contribuído muito com a permanência do pequeno agricultor no campo é o leite, que apesar da redução no preço tem sido uma importante fonte de renda para agricultura familiar, destaca o deputado, ressaltando que cabe aos parlamentares apoiar todas as iniciativas do setor produtivo do Estado do Paraná.